12 setembro 2015

A minha agenda, a minha agenda!

Lembram-se desse anúncio? Quem não queria aquela linda e maravilhosa agenda?
Pois é, o bichinho de fazer as nossas próprias coisas, ficou cá sempre, mas tempo para as fazer?
Hoje em dia existem materiais maravilhosos e lindos para podermos criar os nossos próprios materiais a serem utilizados no nosso dia-a-dia.

Tudo começou com um pequeno workshop de encadernação, e peguei na minha agenda comprada na Staples. Entrei no mundo louco do DIY e não estou a tentar parar!
A costura não é de forma alguma o meu forte e fiquei-me pelas colagens com papeis e tecidos.
Esta foi a minha primeira agenda!


Depois foi fazer para oferecer no Natal. Ficaram lindas!
Este ano já fiz a minha! Assim vale sempre a pena iniciar o ano letivo!

 

30 outubro 2014

E vem aí mais um Halloween!
Não sei porquê, mas gosto imenso de festejar esta data. Acho mesmo piada à decoração, ao tema...é giro!
Este ano tenho alunos muito especiais (dois deles têm trissomia 21) e tem sido uma experiência completamente diferente, e trabalhamos o tema nas nossas aulas.
Este ano a nossa decoração de Halloween foi com fantasmas, bruxas, e bandeirolas. Até o nosso Jornal da escola ficou engalanado!!!
Para a coisa ser ainda melhor criamos um cartaz bem sugestivo para a nossa "Halloween Parade"
Mas a nossa casa não pode ficar esquecida....




Porque não fazer uma pequena decoração em casa, baratinha e bonita? Podemos recorrer a coisas que temos lá em casa, como sacos do lixo pretos ou até gaze para as teias de aranha. Não esquecer a abóbora com a vela!
Aqui vai uma sugestão de decor ;)

 
E já agora, uma máscara bem "scary" para festejar com estilo!
Feliz Halloween!


16 junho 2014

A minha primeira exposição coletiva

Finalmente realizei, na companhia de quatro colegas fantásticos, uma pequena exposição com os nossos trabalhos, com a temática dos espaços urbanos.

Eu já tinha realizado exposições, mas era tudo muito académico (na Sociedade Nacional de Belas Artes, na escola, no IADE).

Agora não, o público agora pode usufruir "a sério" dos nossos trabalhos, no Posto de Turismo de Constância, até 29 de junho de 2014.

Foi difícil, pois a exposição foi marcada numa altura em que o trabalho nas escolas é talvez o mais difícil e complicado ( no dia anterior montei uma exposição, participei num festival da canção, decorei um refeitório para o Baile de Finalistas, fiz a recepção aos alunos para o Baile, já para não falar das aulas e reuniões que tivemos). Uma semana de morrer!

Houve uma altura que entrei em pânico e quis desistir, mas "levei nas orelhas" dos meus colegas e fui em frente! Devo ter sido a semana mais bem organizada em toda a minha vida. Consegui cumprir todos os prazos.

No sábado, 14 de junho, às 11h, no Posto de Turismo de Constância, já estavamos a montar a nossa exposição (que correu muito bem e que devo agradecer ao meu namorado a ajuda). Almoçamos e às 16h foi o momento da inauguração e abertura da exposição. 















Estou muito feliz, pois ganhei um novo ânimo e motivação na minha. Por vezes precisamos destes pequenos incentivos para alegrar a nossa vida.

Os quadros que estão em exposição são da continuidade da SNBA, inspirao nas Cidades Invisíveis do Italo Calvino, livro cedido pela Rita Carreira, antiiga colega da Gama Barros.





Daqui para a frente é não parar! A próxima é a 2 de Agosto!


27 maio 2014

Bimby, comprar ou não comprar..eis a questão


Olá a todos!
Pois é tenho andado desaparecida é verdade, mas a inspiração para escrever aqui por vezes não é muita e, a verdade seja dita, com a história da crise no nosso País ( e entre outras), a motivação para fazer coisas diferentes não é muita.
Mas hoje decidi tirar as teias de aranha acumuladas aqui no blog.
Passado tantos anos, descobri que sei cozinhar!!! Oiçam o que eu digo: sei cozinhar!!! Mal ou bem, o meu mais-que-tudo diz que me desenrasco muito bem, e até lambe os dedos (desde que não meta verdes).
Tantos anos a comer no "restaurante ferreira" (meus queridos paizinhos), descobri que tinha uma cozinha em casa e fiz-me à vida!!
Tirei o pó aos tachos e comecei a dar uso às facas...e até gelado de lima já sei fazer! E até já levo marmita para o trabalho. Os dias da preguiça culinária acabaram e até estou a tomar o gosto. Muito me lembro da minha rica avozinha...
Não sou é muito criativa...e também por vezes o tempo é pouco. Especialmente no final dos periodos lectivos, em que o volume de trabalho está bem acima da média.

Com isto tudo, tenho metido na cabeça que haveria de comprar uma Bimby...mas céus, são extremamente caras!!!! Eu simplesmente odeio prestações ( a única que tenho é a da casa e já doi), mas cada vez que ouço falar nesta maquineta só oiço maravilhas! Já vi a demonstração, já fui a um forum, já perguntei a várias pessoas e parece realmente algo do outro mundo. Até já li o artigo "Bimby versus Yammi", (que por acaso não me convence). O meu-mais-que-tudo diz "tens de descacar as coisas na mesma" ou "vais ter de procurar receitas no livro ou na net na mesma", mas acho que os homens nestas coisas são um bocado cépticos (até o meu pai). Pois, mas até a afilhada  diz "ela faz tudo, só não te limpa a casa; melhor, podes limpar a casa sem ter a preocupação de estar a mexer no tacho". Mas o meu objectivo, além da poupança do tempo, é a poupança do dinheiro...estou cada vez mais adepta da comida integralmente feita em casa, pois assim sei o que estou a meter no meu estômago. E será que vale a pena fazer tudo em casa? Sairá mesmo mais barato? Então e os ingredientes? e a eletricidade? Gastamos menos gás? A comida não engorda? Tenho imensas dúvidas apesar de ver blogs, vídeos e diferentes opiniões. O que custa mais é dar o dinheiro...e ainda tenho de gastar dinheiro em colocar parquet nos meus quartos...E somos apenas dois gatos pingados cá em casa, e temos resolvido as coisas...as dúvidas subsistem...

28 outubro 2012

As aventuras do Halloween

Vem aí a noite das bruxas mais aguardada: o Halloween! E para acompanhar, vem também o nosso famoso jantar em que a máscara é fundamental. Ora bem... Estamos em época de crise e como ser original? É difícil mesmo...Passei o tempo todo à procura na net de uma ideia para me mascarar no Halloween, quanto mais assustador melhor! Mas está deveras difícil, ainda mais quando não queremos gastar dinheiro! Eu adoro a Milla nos filmes do Resident Evil e os famosos Zombies. Ou ia de Zombie ou de Alice...pois...agora decidir... Começamos a pedir material emprestado aos colegas: "Alguém tem umas botas da tropa?", "E umas armas?" e "Já agora, batom vermelho, não se arranja nada?". Eh pá, temos de ser criativos até na angariação do material! Até cheguei ao ponto de procurar tutoriais de "makeup" de zombies e da "Alice"...tem sido uma dor de cabeça. É que bruxas e vampiros já deu o que tinha a dar...Por isso vamos a ver se o look vai dar resultado ou não. Ainda por cima nesse dia vamos sair bem tarde da escola...Nem vamos ter tempo para a maquilhagem. O resultado desejado é o que aparece nas fotos. A ver vamos!
E arranjar a roupinha? Vai ser bonito vai...

19 outubro 2012

Lar Doce Lar

Maria Rueff e Joaquim Monchique desdobram-se em várias personagens nesta hilariante comédia encenada por António Pires e assinada pela conhecida escritora Luísa Costa Gomes, a partir do seu texto "O Que Importa É Que Sejam Felizes", que agora sobe ao palco do Auditório dos Oceanos no Casino de Lisboa. Lar, Doce Lar conta a história do dia-a-dia de uma residência para idosos, a Antúrios Dourados para Seniores de Qualidade. Toda a confusão começa quando duas amigas que habitam um quarto em comum na residência pretendem conquistarem um quarto particular que se encontra livre, a partir dai tudo é possível acontecer entre estas personagens e muitas outras que vão surgindo ao longo de toda a peça. (Reportagem de Sara Santos) Foram duas horas de pleno riso, em que os dois actores conseguem mudar de adereços e personagens à velocidade da luz. Vale a pena ir ver!